7 de mar de 2017

OBS: o absurdo demasiado do assunto torna desnecessário (impossível) um título

Neste carnaval, a Prefeitura de São Paulo (PSDB) lançou uma campanha publicitária com o objetivo de evitar brigas (em prol da paz).
Nela, a culpa dos possíveis problemas recai na mulher.
Então, se o cara assediar a moça, ela deve, simplesmente, "levar na esportiva" e considerar o ato normal - e "se colocar no seu lugar, pois, vivemos em uma sociedade machista" -?
Eu não sei te responder.
A campanha recebeu inúmeras críticas, além (claro!) de não surtir efeito.
O Prefeito, Gari e utilidades mil, João Doria pediu desculpas pela "errônea interpretação da campanha".
Não desculpo o fato, nem a covardia de jogar a merda nas minhas costas.


Coluna nadacult, 1/3/17, jornal Folha da Manhã, Folha Dois, página 2.



20 de out de 2016

Que nojo!



Não recordo quem comentou que,
em São Paulo,
um grupo organiza manifestação pública em apoio 
a Donald Trump.
Ao buscar maiores informações,
descobri que o ideal partiu do movimento
Juntos Pelo Brasil.
Segundo a página do conjunto no Facebook:
“Nós do Juntos pelo Brasil somos cidadãos de orientação conservadora, empenhados na construção e consolidação de um sistema político democrático e pautado no respeito aos direitos humanos, à tradição judaico-cristã, à vida, à liberdade, à propriedade privada, à família tradicional, às Forças Armadas, à moral pública, e à participação política das massas. Nós repudiamos as doutrinas vermelhas antidemocráticas como o Comunismo, o Nazismo e o Globalismo, e entendemos que somente o Estado desinchado e a severa repressão aos corruptos e criminosos podem permitir que um país se desenvolva com justiça e dignidade.”
A convocação do manifesto,
marcado para o próximo dia 29, é:
“Vamos mostrar que o Brasil apóia os irmãos conservadores americanos, e que nós não queremos ver a Dilma Americana na Presidência".
Explicada a simpatia ao Trump.
Bem como a imbecilidade.
E a visível incoerência.

Coluna nadacult, jornal Folha da Manhã de 19/10/16, Folha Dois, página 2.

24 de set de 2016

Corrupção escancarada

Após encher a pança com o delicioso almoço de minha sogra,
fui ao posto de combustível para por 5 Reais de gasolina. 

Ao chegar, uma fila imensa de carros ganhava 40 Reais para abastecer. 

Eram carros que participariam da carreata do Vereador que tenta a reeleição. 

Seu Partido político carrega na sigla a letra C, que, no caso, significa "Cristão".

Aguardava o atendimento, sem engolir a situação ignóbil.
Desci do carro e, falei bem bem bem alto: 
Eu com 3 empregos coloco 5 Reais de gasolina e este candidato dá 40 para comprar participação numa carreata! Ele me conhece: Cristiano Pluhar, Coluna nadacult. Sabe que não gosto dele e torço para que perca a eleição. Vai perder! Vai perder!


Se ele ganhar, eu perderei para o indigno corrupto.

Coluna nadacult, jornal Folha da Manhã de 21 de Setembro de 16, Folha Dois, página 2.
 

Copyright © 2011 nadacult | Blogger Templates by Gô Maia Pluhar